Rio de Janeiro reelege Jandira Feghali para a Câmara

Brasília, segunda-feira, 8 de outubro de 2018 - 12:34

ELEIÇÃO 2018

Rio de Janeiro reelege Jandira Feghali para a Câmara


Por: Da Redação

Em seu sétimo mandato, a deputada renovará a luta e a resistência no Parlamento contra as trevas do fascismo que se avizinha.

Jandira Feghali (PCdoB-RJ) é uma mulher que se impõe não só pela presença, mas pela energia com que argumenta e defende ideias e propostas. A sagacidade com que se dedica aos temas pelos quais luta talvez seja sua principal marca – uma das razões que já a colocou por mais de dez vezes entre os 100 políticos mais influentes do Congresso, num ranking anual divulgado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap).

Reeleita com 71.645 votos no último domingo (7) para seu sétimo mandato pelo Rio de Janeiro, Jandira Feghali seguirá a luta no Parlamento contra os retrocessos de uma agenda conservadora e fundamentalista, evidenciada no Brasil desde o golpe de 2016. Para a deputada, as energias foram renovadas durante a campanha.
  
“Foram semanas de muitos encontros e abraços nesse imenso Estado do Rio. Palavras de força, agradecimento e afeto transbordaram nessa caminhada de muita emoção. Essa troca nas ruas, nos bairros e nas vielas me marcaram demais. Me sinto revigorada! O Congresso Nacional terá minha luta na Legislatura que se inicia em 2019, e lá, seremos luz nas trevas do fascismo que se avizinha”, disse a parlamentar.

Desde o início do governo de Michel Temer, Jandira foi assertiva no embate sobre as mudanças previdenciárias, elencando os prejuízos à população, caso a PEC 287/16 fosse aprovada. Lutou contra a Reforma Trabalhista e contra a PEC do Teto de Gastos. Defendeu ativamente o encaminhamento das denúncias contra Temer. Também é defensora da saúde pública, da educação gratuita e universal, do desenvolvimento do setor naval, das empresas públicas, das universidades públicas, do fomento à cultura e do combate à violência, ao preconceito e às desigualdades sociais.

Luta ainda pela democratização da comunicação. É autora do mais antigo projeto de regulamentação da Constituição Federal referente à regionalização da programação cultural, artística e jornalística e à produção independente nas emissoras de rádio e TV. Defende a ampliação da representatividade das mulheres nas instâncias de poder. Na garantia dos direitos femininos, destaca-se sua relatoria da conhecida Lei Maria da Penha, considerada pela ONU uma das três melhores legislações do mundo sobre o tema.

Médica de formação, tem atuação importante na área da saúde. É relatora da subcomissão que analisa o complexo industrial da área, na Comissão de Seguridade Social e Família, onde defende o desenvolvimento do setor por considera-lo estratégico para o país. Articulou, ao lado de outros parlamentares, a aprovação do piso salarial dos agentes comunitários de saúde e de endemias. É autora da emenda à Constituição que garante o duplo vínculo aos profissionais de saúde e das leis que obrigam os planos de saúde a realizar cirurgia reparadora de mama em caso de câncer e a que prevê o fornecimento de bolsas de colostomia.

Outra pauta importante para a parlamentar é a consolidação de políticas culturais. Presidiu por dois anos a Frente Parlamentar em Defesa da Cultura. Em 2013, foi a primeira presidente da Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados – colegiado pelo qual se empenhou para garantir existência independente por acreditar na necessidade do país passar a priorizar sua diversidade cultural. Aprovou a Lei Cultura Viva, que torna política de Estado o programa Cultura Viva do Ministério da Cultura, beneficiando os Pontos de Cultura e milhares de cidadãos; articulou o fim da cobrança do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre as atividades culturais oferecidas por grupos e artistas cooperados; foi co-autora da lei que cria o vale-cultura, benefício que amplia acesso à cultura no país; relatora da lei do Ecad, que dispõe sobre a gestão coletiva de direitos autorais, entre outras.

Jandira foi ainda líder da Bancada Comunista entre 2014 e 2015 e atualmente é vice-líder da Minoria na Câmara, dando voz à legenda em decisões importantes para a população e para o país.

A deputada nas redes sociais:

http://sigajandira.com/

Facebook: /sigajandira2

Twitter: @jandira_feghali









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com